Não resisti: voltei ao assunto (“Os livro”)

A crítica ao valor literário e à norma culta, vistos como imposição autoritária em nome do relativismo sociocultural, sacramentou uma relação especular quando aplicada em áreas carentes, com professores ensinando aos alunos o que esses já sabiam e abrindo mão, comodamente, de transmitir novos conhecimentos.
Em oficinas literárias também já se viu bastante disso: coordenadores de oficinas endossando o que viesse, qualquer que fosse a bobagem escrita pelos participantes: “muito bem .. ! você está se auto-expressando … ! isso é o mais importante….!”
Foi no que deu relativizar norma culta e valor literário…

Anúncios

5 responses to this post.

  1. Parabéns Willer. Suas explicações tornam-se cada vez mais necessárias para oe engradecimento da cultura nacional.

    Responder

  2. Agradecido Willer. Se faz de fundamental importância “agentes” como o senhor neste multifacetado mundo das letras que nos encontramos. Eu como professor de História em uma escola pública ando tendo muitos problemas em conseguir “transmitir novos conhecimentos” literários aos alunos… não por eles… se é que o senhor entende…

    abraços

    Responder

  3. Aliás, qualquer coisa que envolva o que se chama de “criatividade” hoje em dia é motivo de aplausos, assim como uma resistência ou superação de algum déficit social, neurológico, cultural ou qualquer outro! Se surge alguma crítica, soa como inibição à expressão “artística” e nesse universo, parece que pode qualquer coisa, pode tudo. Concordo com essa mediocridade, não!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: