Congresso de escritores: venham

Conforme está em http://www.ube.org.br/congresso/ , será realizado em Ribeirão Preto, de 12 a 15 de novembro de 2011, o Congresso Brasileiro de Escritores organizado pela UBE. Vê-se, no link sobre programação, em http://www.ube.org.br/congresso/programacao.asp?id=4 , que no dia 12, sábado, das 14 às 16 h, falarei em mesa sobre direitos autorais. Serei polêmico. E, nesse mesmo dia, às 17 h, segundo http://www.ube.org.br/congresso/programacao.asp?id=5 , coordenarei mesa sobre O escritor e o estado: políticas públicas de literatura. Serei conciliador (tentarei, ao menos).

Há, nessa página de internet, informação sobre como inscrever-se, onde fica Ribeirão Preto (para quem por acaso ainda não sabe), o substancioso elenco de convidados, onde hospedar-se, etc. A extensa programação, com oficinas, palestras e outras atividades, interessa, penso, não só a escritores, mas a leitores; a todos os comprometidos com o desenvolvimento cultural neste nosso país – mais ainda, com o destaque dado ao tema da liberdade de expressão, do combate à censura judicial e outras de suas daninhas modalidades.

Após participar, na década de 1970, de leituras públicas de poesia que foram manifestações de protesto; das grandes passeatas; de reuniões pró-anistia, eleições diretas e contra a censura, achei que tudo isso ganharia força se tivesse uma dimensão institucional. Por isso, passei a freqüentar a UBE, integrando uma chapa de renovação em 1982. Já presidente da UBE, no fim da década, protagonizei debate sobre direitos autorais; logo a seguir, fui voz ativa nos protestos anti-Collor, entre outras intervenções.

O presidente da UBE, em primeira instância, colegas de diretoria e integrantes da equipe mostraram desprendimento e coragem. Enfrentaram alguma surdez institucional e empresarial, e bastante burocracia. Apoios foram exceções miraculosas. Motivo adicional para prestigiar o acontecimento.

Democratização da cultura, fortalecimento dos diretos de escritores e avanços em políticas culturais públicas prosseguem em pauta. São temas em aberto. Requerem mais mobilização. Por isso, vejo continuidade, com relação a intervenções anteriores, nesse novo congresso. Há muito a ser feito. Venham. Participem.

Anúncios

12 responses to this post.

  1. Bravo, Willer! A call of the wild.
    Joaquim Maria

    Responder

  2. que ressoe, esperamos

    Responder

  3. Posted by Antonio Carlos Ribeiro Fester on 28/10/2011 at 13:38

    Cláudio. É um privilégio caminhar com vc todos estes anos e testemunhar e partilhar da sua combatividade. Obrigado. Fester

    Responder

  4. Posted by renata pallottini on 28/10/2011 at 14:25

    Boa, Claudio! Estamos juntos. Renata

    Responder

  5. “A dream you dream alone is only a dream. A dream you dream together is reality”. Raul by Lennon

    Responder

  6. Já indo no site para me inscrever, se puder compareço.
    Concordo que não é aberto somente a escritores, mas a todos que de fato se comprometem com a literatura e querem aprender, re-aprender.

    Grande Abraço!

    Responder

  7. Posted by ETHEL NAOMI on 30/10/2011 at 13:10

    Pedimos postar sua interferência “polêmica”, que acredito não seja, pois no que tange também à cultura, este pais é jurássico! VIVA! VIVA! ABRAÇOS AMOROSOS!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: