Lançamento: revista Celuzlose

Convido a todos para o lançamento da nova edição da Revista Literária Celuzlose. Será na próxima quinta-feira, dia 28 de junho, a partir das 19 h, no bar e restaurante Canto Madalena, à Rua Medeiros de Albuquerque 471, Vila Madalena.

Outras informações (ou as mesmas): http://celuzlose.blogspot.com.br

A julgar pela edição anterior, tudo nessa revista tem qualidade literária, editorial, gráfica. Será atraente. Inclui uma entrevista comigo, uma seleção de meu próximo livro de poemas, A verdadeira história do século 20, e meu ensaio sobre poetas da natureza.

Já postei comentário sobre entrevistas com perguntas óbvias, genéricas. Não é o caso, desta vez. Victor Del Franco, o entrevistador, efetivamente leu o que escrevo. Resultado ficou substancioso. Suas perguntas dirigem-se ao que interessa.

O ensaio “A natureza e alguns poetas” é uma condensação do curso que dei recentemente no Museu da Língua Portuguesa; ou uma ampliação da palestra que dei ano passado em Bonito, MS. Vou de William Blake até Herberto Helder e Roberto Piva. Trato de literatura e sacralização da natureza: seria redutor associar o ensaio apenas ao debate ambientalista em curso. Não obstante, a publicação neste tempo de Rio + 20 vergonhosa, além de outras ameaças, é oportuna, pertinente, sincrônica.

Editor informa que revista custará R$ 20,00 – muito razoável.

O local, Canto Madalena, fica em uma dessas ruas sinuosas da Vila. É bonito e confortável. Por mim, o lançamento podia ser em alguma Casa das Rosas ou similar. Mas o nome da rua é interessante – aliás, está errado, deveria ser Medeiros e Albuquerque, e não Medeiros de Albuquerque (alô alô, Subprefeitura de Pinheiros). Foi um poeta satanista e decadentista, representante do ambiente literário da belle époque; propagandista do simbolismo; ao mesmo tempo, membro da Academia, jurista notável, Ministro da Justiça e autor do nosso primeiro Código de Direitos Autorais. Simpatizo.

Alusões.

Venham.

Anúncios

3 responses to this post.

  1. Que venham a revista e o seu novo livro de poemas, como será que escreve o poeta Claudio Willer nesta fase? Instiga a imaginação. Acho interessante a aproximação que vc vem fazendo da literatura coma natureza, duas coisas que carecem de preservação num mundo massificado e mal cuidado. Um abço, sucesso em tudo!

    Resposta

  2. Posted by Djalma Neto on 25/06/2012 at 21:41

    Prezado Willer

    Seu blog é um dos poucos que leio – diariamente.
    Já postei aqui, noutro momento. Sou o leitor que pediu uma luz sobre o documentário “Uma outra cidade”, do Ugo Giorgetti. Infelizmente, não tive esperança. Vi esse documentário no Canal Brasil. Ele é incrível. Mas o vi, depois de ter lido o srº e o Piva. Àquele vídeo é lindo, e penso que seus protagonistas – todos – devem ser objetos de estudos. Eu mesmo, penso -seriamente – em pesquisar algo nesse sentido. Sou formado em História e atualmente, estou fazendo uma segunda graduação em Filosofia na Universidade de Brasília. Uma amiga, que terminou o mestrado nesta mesma instituição, me disse que deveria pesquisar algo em torno do Piva.Tornei-me um divulgador dos senhores. A tese do senhor – “Um obscuro encanto” – é um estudo belíssimo. É um curso intenso. É uma das coisas mais orginais que já li.
    Ao ler o Piva, por sua vez, percebi que ali, o leitor está diante de um cruzamento de trilhas de autores diversos. Ler o Piva é descobrir caminhos que nos levam à Jorge de Lima, Murilo Mendes, Nietzsche ou mesmo à universos inéditos: Léopold Sédar Senghor…o Xamanismo….Eliade…as heresias medievais…Pasolini…
    Os senhores precisam ser estudados e transmitidos para outras gerações. Estou em Brasília-DF. Sou professor de História para turmas de Ensino Médio. Na medida do possível, driblando as convenções, divulgo-os. Muit@s se apaixonam. Como não ? Seria impossível não se sensibilizar com as obras desta geração que nunca mais veremos nascer em meio ao caos.

    Um fraterno abraço!

    Djalma

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: