“A piedade” de Piva, um poema atual

Neste tempo de candidatos curvando-se hipocritamente diante das mais diversas modalidades do clero, do tradicional ao neo pentecostal, competindo na exibição da devoção, cabe reproduzir o poema de Roberto Piva, “A piedade”, publicado originalmente em Paranóia, em 1963.

A Piedade

Eu urrava nos poliedros da Justiça meu momento abatido na extrema paliçada
os professores falavam da vontade de dominar e da luta pela vida
as senhoras católicas são piedosas
os comunistas são piedosos
os comerciantes são piedosos
só eu não sou piedoso
se eu fosse piedoso meu sexo seria dócil e só se ergueria aos sábados à noite
eu seria um bom filho meus colegas me chamariam cu-de-ferro e me fariam perguntas: por que navio bóia? por que prego afunda?
eu deixaria proliferar uma úlcera e admiraria as estátuas de fortes dentaduras
iria a bailes onde eu não poderia levar meus amigos pederastas ou barbudos
eu me universalizaria no senso comum e eles diriam que tenho todas as virtudes
eu não sou piedoso
eu nunca poderei ser piedoso
meus olhos retinem e tingem-se de verde
Os arranha-céus de carniça se decompõem nos pavimentos
os adolescentes nas escolas bufam como cadelas asfixiadas
arcanjos de enxofre bombardeiam o horizonte através dos meus sonhos

Interessante: em suas récitas de poesia, Piva sempre começava por esse poema, como se fosse uma apresentação, declaração de princípios.

Quanto á campanha: estão fazendo tudo errado. Em vez de denunciar – templo da Universal ter virado comitê de campanha é crime eleitoral -, eles vão lá, disputam esses 20% de eleitorado menos esclarecido. Rastejam. Equivalem-se. Tem razão o comentarista político do Estadão: “Não haveria Russomano se não fossem os adversários.” Haddad chegou até a esboçar algo sobre ‘estado laico’ – desistiu, atendendo aos marqueteiros. É o que se vê aqui:

http://www.estadao.com.br/noticias/politica,haddad-reage-a-russomanno-e-vai-atras-de-eleitorado-evangelico,928194,0.htm

Quanto a Piva, se estivesse vivo, estaria me telefonando para dizer que queria mudar-se de São Paulo. Como se não fosse a mesma coisa em quase todo lugar.

Anúncios

7 responses to this post.

  1. esse é um dos poemas do Piva de que mais gosto. emblemático!

    lembro-me de Nietzsche em ‘além do bem e do mal’ ao escrever sem o mínimo pudor: até a caridade humana é um ato de vaidade; no íntimo o ser almeja é se vangloriar, ainda que não esteja totalmente consciente disso.

    quanto aos políticos, penso que eles são exatamente o espelho de seus eleitores. não os culpo. e também não culpo os eleitores. cada nação tem o seu tempo para atingir a maturidade. Por isso, estamos AQUI com nossos blogs e poesias e textos,e sentimentos de resistência, pois queremos acelerar um pouco esse processo de maturação. Que venha logo essa nação de ‘super homens’ que não têm piedade nem crenças broxantes!

    Beijos, professor! Que post, hein! amei!

    Lu

    Resposta

  2. Posted by Adolfo Ruiseñor on 10/09/2012 at 17:12

    É um verdadeiro ars poético, deslumbrante!!!

    Resposta

  3. Posted by glauko on 10/09/2012 at 17:16

    caracas, não sabia que roberto piva tinha morrido

    Resposta

  4. Você nos traz um belo e poderoso (porque fraco para a sociedade atual) lembrete que a arte subsiste apesar das imbecilidade geral da nação!!

    Resposta

  5. Posted by Ruth on 14/09/2012 at 09:36

    Exatamente, Willer. O que você diz é a triste realidade. Já o Piva, eu me lembro muito bem dele recitando esse poema tragicômico e tão pungente. Um beijo.

    Resposta

  6. Posted by Ivo on 15/01/2013 at 13:42

    essa política brasileira é um retrato de como são muitas pessoas nesse país – a grande, esmagadora maioria: um povo sem consciência de si e de sua história. um povo que cultua, se prosta, louva o vazio, a poça, enfim, a superficialidade das coisas. poema atualíssimo!!, raio-x da fraquesa, pequenez, hipocrisia de tantas gentes. infelizmente não há esperança para que se perceba-se fraco e estúpido nas gentes da terra tupiniquim.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: