Guarani-kaiowáa 3

Copiei em meu perfil no Facebook a notícia que saiu no portal UOL sobre o estupro da índia por capangas contratados por um agricultor local – quando é de empresa jornalística, é verificada, não dá para contendores da causa indígena e defensores incondicionais dos agricultores em Mato Grosso do Sul saírem dizendo que não passa de conspiração de ONGs para desapropriar suas terras. Gerou comentários e compartilhamentos. Passo-a para meu blog, com observações adicionais.

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/11/05/india-guarani-kaiowa-estuprada-tem-medo-mas-diz-que-nao-saira-de-area-ocupada-em-fazenda-no-mato-grosso-do-sul.htm

Segundo a notícia, estupradores queriam obter informações sobre lideranças indígenas. Podem, portanto, ser responsabilizados por tortura, e não só pela violência sexual – assim como quem os contratou.

Espanta o anacronismo do episódio, em face de precedentes como o debate sobre a reserva Raposa – Terra do Sol e o começo da reintegração dos Pataxós no Sul da Bahia. Em Mato Grosso do Sul, reproduzem o processo de ocupação de terras no Paraná e Santa Catarina na primeira metade do século 20, através do qual os índios Xokleng e outros grupos foram sumariamente exterminados. Há responsabilidade direta do governo estadual, conivente com tais procedimentos. Que o episódio da fazenda Cambará seja o marco inicial de um rearranjo, mantendo a produção de riqueza através da agricultura, é claro, mas restituindo aos índios o que lhes foi tirado. Para tal, é necessária uma mudança cultural em Mato Grosso do Sul – não dos índios, porém daqueles que precisam, urgentemente, sair do estágio da barbárie.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: