A leitura de inéditos de Piva: mais poemas e um áudio

Poemas de Corações de Hot-Dog que serão lidos na sessão de 24 de setembro, anunciada no post anterior.

Antes, uma gravação:

http://soundcloud.com/elson-fr-es/a-porta-do-inferno-willer-piva

É de setembro de 2001. Bartholomeu da Cruz Filho nos havia convidado para colaborar em material de divulgação da exposição “A porta do Inferno” de Auguste Rodin, na Pinacoteca. Piva escolheu trechos de Dante e poemas dele. Fiquei com a famosa Litania de Baudelaire. Leituras foram mixadas, combinadas com mais vozes e uma trilha musical. Elson Froes recuperou e colocou on line. Reparem na risada ao final. Digam o que acharam. São 5 minutos – por mim, poderiam ser mais.

Os poemas – vejam como Piva condensa a atração romântica pelo Inferno de Dante:

Volte do inferno  Dante

através do intestino inter-galático

            da Luz

Atabaque de estrelas

Gasogênio  Singapura

neste bar onde cus &

            bucetas imploram

            o caralho celestial do Deus Puta

Olhe na direção da

            Cidade-tacape

& fale da liberdade do Diabo

– x –

                                        ilhas de doces

                                                              marinhos

FODER

            até o Sol

derramar suas lágrimas

                 olho castanho de onde nascem

                                           todas as coisas

                 você é azul / núcleo generoso

                              seu olho é um céu

                                                      constelado

   com minha língua dentro

                Ônibus-Cogumelo / Guararema-Mogi-São Paulo

                                                                     1981

– x –

Mais sobre a relação de Piva com Dante Alighieri e seu Inferno no ensaio que publiquei em Eutomia:

http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/EUTOMIA/article/view/244/206

Anúncios

7 responses to this post.

  1. Entrei sem bater à porta. Maravilhoso!

    Responder

  2. Posted by roberto bicelli on 04/09/2013 at 13:46

    hehehehehehe

    Responder

  3. Posted by joeser on 04/09/2013 at 14:07

    total beat!

    Responder

  4. Esse poema é fodástico!
    Willer, sabe se existe alguma previsão para a publicação desses inéditos do Piva? E por qual editora deve ser?

    Responder

  5. Lindo, lindo!!! De encher o peito, pleno.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: