Em Londrina, no Festival Londrix: poéticas radicais

Dia 08 de novembro, sexta-feira (vou direto da noite Beat na véspera aqui em São Paulo, por acaso também no Cemitério de Automóveis – se desse para pegar avião na porta, na Frei Caneca….)

É uma mesa:

– 19h: As poéticas radicais da América hispânica, com Claudio Willer (São Paulo) e Floriano Martins (Fortaleza), mediada por Celia Musili, na Vila Cultural Cemitério de Automóveis, à R. João Pessoa, 103 A.

O restante da programação desse encorpado festival (já estive, em 2009, tratando de geração beat):

http://www.jornaldelondrina.com.br/cultura/conteudo.phtml?id=1420629

Como podem ver, meus parceiros de mesa estarão ativos na Londrix, um festival importante –- haverá Zoom cultural, com Célia Musilli e Walter Ney, no Sesi-Senai (R. Belém, 844).dia 7 e Floriano Martins estará no Café arte-filosófico sobre o belo em Kant, Focault, Platão e Nietzsche, com Rodrigo Rabello, na Vila Cultural Cemitério de Automóveis, além de lançar sua tradução do surrealista argentino Aldo Pellegrini. Enfim, problema de público de Londrina e região não será, nos próximos dias, a falta de programação literária.

Anúncios

One response to this post.

  1. Mais uma vez eu não estarei presente. Penso que o Rio está carente de agitadores culturais como você. Grande abraço,
    Marcelo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: