O resultado do concurso de leitura de poesia

Aquele da postagem precedente. Imediatamente, Elvio Fernandes e em seguida Elson Froes, Vince Vinnus, Fernanda Pacheco e Assis de Mello identificaram que o autor é Charles Bukowski. Fernanda já tinha o livro, no original – é o poema final do póstumo The people look like flowers at last. Os demais reconheceram pelo estilo.

Original a seguir (agradeço a Fernanda, que copiou do pdf). Elson e Vince acertaram que o tradutor sou eu. As 300 páginas de poemas saem este ano pela L&PM, estou fazendo última revisão. Se aparecer alguém que entenda de corridas de cavalos e sua terminologia, agradeço – ainda tenho dúvidas. Mesmo neste poema, talvez mexa em algo (reprieve, moratória?).

Este blog tem 246 assinantes ou “seguidores”. Agradeço aos que contribuírem para alcançar minha meta de 9.348 assinantes. 8.753, também pode ser.

sun coming down

no one is sorry I am leaving,
not even I;
but there should be a minstrel
or at least a glass of wine.

it bothers the young most, I think:
a nonviolent slow death.
still it makes any man dream;
you wish for an old sailing ship,
the white salt-crusted sail
and these a shaking out hints of immortality.

sea in the nose
sea in the hair
sea in the marrow, in the eyes

and yes, there in the chest.
will we miss

the love of a woman or music or food
or the gambol of the great mad muscled
horse, kicking clods and destinies
high and away
in just one moment of the sun coming down?

but now it’s my turn
and there’s no majesty in it
because there was no majesty
before it
and each of us, like worms bitten
         out of apples,
deserves no reprieve.

death enters my mouth
and snakes along my teeth
and I wonder if I am frightened of
this voiceless, unsorrowful dying that is
like the drying of a rose?

Anúncios

5 responses to this post.

  1. Posted by Hugo Allaerts on 22/02/2014 at 13:18

    Boa tarde Claudio,

    Como neste contexto, o poema fala da morte, talvez a palavra”clemencia” funciona melhor ..

    Hugo

    Responder

  2. ótimo. obrigado

    Responder

  3. Willer, achei que voce era o tradutor por intuição, algo na tradução me lembra o seu estilo…
    Sobre a terminologia das corrida de cavalos, tem estes sites em inglês para consultar:
    https://www.equibase.com/newfan/glossary-full.cfm
    http://www.horse-directory.co.uk/racingglossary.htm

    Responder

  4. Ansioso para ler as traduções de mestre Willer dos versos do “Dirty Old Man”!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: