A boa resenha da nova edição de ‘Os cantos de Maldoror, poesias, cartas’ de Lautréamont

Willer
1898163_605207239555138_1109689914_n[2]
Por Heitor Ferraz Mello. Saiu no Guia da Folha deste sábado, dia 31 de maio. Copio aqui o arquivo em pdf (cliquem onde está escrito ‘Willer’).
Uma seqüência de boas críticas dessa edição da obra completa de Lautréamont – Isidore Ducasse pela Iluminuras, desde seu lançamento em 1997. Inclusive por tradutores sérios. Nelson Ascher, na Folha Ilustrada, havia destacado minha leitura surrealista. Ivo Barroso, no Caderno 2 do Estadão, a chamou de “clássica”. Heitor Ferraz Mello, desta vez, comentou, acertadamente, a sonoridade – algo certamente observado por aqueles que me ouviram declamar trechos em palestras.
Adicionei também a nova capa que está sendo usada pelo Conde, feita pelo artista Nuno Ramos.

Anúncios

One response to this post.

  1. […] de Heitor Ferraz de Mello em um dos cadernos do jornal Folha de São Paulo, aqui registrada: https://claudiowiller.wordpress.com/2014/06/02/a-boa-resenha-da-nova-edicao-de-os-cantos-de-maldoror-… Traduzi Os cantos de Maldoror em 1970 (Vertente). Refiz em 1986 (Max Limonad). Por sugestão de […]

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: