Herberto Helder: Funchal, 1930 – Cascais, 2015

Quantas vezes já li em récitas e oficinas todo o “Cabelo quente, telha molhada”…! Trecho:
E um terrível amor – pontapé estupendo,
tempestade de areia.
Então o cabelo respirava como uma tábua
irada. Longe, perto – as silveiras
vergavam ao som de mulheres
cantando vírgulas, peixes e aspas.
Enquanto a visão de um copo de pé e da letra k.
E a minha alegria, fábrica de
cabelo quente, telha molhada.
Chegou a circular no meio digital o vídeo da minha leitura desse poema, em 2004, em um encontro no Centro Cultural da Caixa Econômica – por onde andará?
O artigo em Agulha em um remoto fevereiro de 2001, saudando ‘O corpo, o luxo, a obra’ (Iluminuras, 2000) – primeira das edições brasileiras do poeta, em seguida viriam ‘Os passos em volta’ (Azougue) e ‘Ou o poema contínuo’ (Girafa):
http://www.jornaldepoesia.jor.br/ag9helder.htm
Depoimento sobre Helder para Maria Estela Guedes de 2009, saiu em TriploV:
http://www.triplov.com/willer/2009/HH.html
Os comentários de 2011, em Cronópios, sobre ‘A obra em rubro’ de Maria Estela Guedes (Escrituras, 2011):
http://www.triplov.com/willer/2009/HH.html
Notícia de um recital recente, do ano passado, reunindo helderianos no Centro Cultural São Paulo – entretive-me com os paradoxos de ‘Lugar último’:
http://www.revistapessoa.com/2014/01/herberto-helder-ganha-recital-em-sao-paulo/
Neste ensaio, fiz comparações ousadas do Michael McClure de “quando um homem não admite que é um animal, ele é menos que um homem” com o Herberto Helder de “Selos”, de 1989, com reminiscências africanas:
https://www.academia.edu/9305613/Alguns_poetas_da_natureza_e_o_sagrado
Alô alô, editores: quando sairá no Brasil ‘A alquimia da linguagem’ de Maria Lúcia Dal Farra, publicado em Portugal em 1986 pela Casa da Moeda? É a tese dela, um trabalho seminal, pioneiro, que precede essa extensa bibliografia helderiana, inclusive com ótimos trabalhos brasileiros. por exemplo,‘Soldado aos laços das constelações’ (Lumme, 2011), organizado por Eduardo Maffei e Lilian Jacotto.
Vejam quanta informação boa na matéria de hoje no Expresso:
http://expresso.sapo.pt/herberto-helder-apresentacao-de-um-rosto=f916633
Aguardem trechos de um ensaio ainda inédito sobre antinomias, oximoros e paradoxos, focalizando “Lugar último”:
Escrevo sobre um tema alucinante e antigo.
Esquecimento
que me lembrasse agora para sempre
como
uma roseira. […]

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by Raul Fiker on 24/03/2015 at 19:01

    E sua palestra sobre ele é depois de amanhã. Coincidências são o assunto principal de que trata o nosso planeta.

    Responder

  2. Posted by Wilson on 24/03/2015 at 19:39

    Que coisa… buscando mais sobre a notícia achei este documentário: https://www.youtube.com/watch?v=-p0CnJ-FW_E
    Grande abraço, Willer.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: