Alguma contribuição ao debate sobre “drogas”?

Normalmente, deixo passar mais algum tempo antes de postar ensaios já publicados no Academia.edu. Mas não resisti, por causa do retorno do tema– ou do debate sobre o tema, ou tanto faz. A propósito do exame de alguma descriminalização pelo Supremo e das conseqüentes manifestações, mais ou menos interessantes, mais sensatas ou insensatas, pertinentes ou extemporâneas. Este artigo:

https://www.academia.edu/15657655/A_cria%C3%A7%C3%A3o_po%C3%A9tica_e_algumas_drogas

É sobre criação poética e também em artes visuais – acho que consegui ser original – e toca apenas de raspão, tangencialmente, em seu status jurídico.

Pretendo retornar ao assunto. Desde já, como eu aprecio as palavras, gostaria que fossem bem tratadas por quem as usa. Por isso, declaro-me consternado por haver pessoas que defendem a necessidade da manutenção da “proibição” de drogas, ao mesmo tempo em que essas são vendidas em sistema de feira livre, transformando a vida dos moradores do trecho da Rua Peixoto Gomide entre as ruas Augusta e Frei Caneca em um inferno, além de outros lugares de São Paulo. Por exemplo, os calçadões do centro, pontos de encontro de alegres cocainômanos e maconheiros à noite. Assim como em outras metrópoles brasileiras, cidades, cidadezinhas e até povoados.

Uma sugestão: passeios turísticos que incluam a cracolândia. Chegando lá, o guia apontará o amontoado e exclamará: “Vejam! O resultado de algumas décadas de combate às drogas!”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: