CALOTEIROS RETICENTES, TARDÍGRADOS ENSIMESMADOS

Em tempo: adiciono ilustração – foto de um tardígrado, enviada por Estela Guedes, bióloga além de poeta e outras qualificações. Não creio que seja o exemplar que trabalha no setor financeiro da prefeitura de São Luís do Maranhão:

12417858_1294254760600658_3144717016087659451_n

O que aborrece não é apenas prometerem e não cumprirem – é sequer responderem a e-mails para dizer que vão resolver, que demorará mas sairá, que dificuldades serão superadas, que a crise brasileira pegou de surpresa, que …

Feira do Livro de São Luis, Maranhão, promovida pela prefeitura local em outubro, já foi tema de reclamações que circularam no Facebook. Acrescento que, como estou fazendo uma enorme tradução e recebo por lauda, coisa dessas equivale a prejuízo duplo, ao que deixei de produzir – além do que se gasta com táxi para Guarulhos e tal.

Nem faço questão fechada de receber sempre cachês ou ajudas de custo, posso ir por simpatia, amizade, para apoiar alguma manifestação cultural. Mas já refuguei convites de municipalidades que cobririam viagem e estada, mas não me pagariam nada. Por uma razão singela: se as prefeituras de Indaiatuba, Bragança Paulista ou Ribeirão Preto, por exemplo, podem, por que não poderiam as de R* ou C**, do mesmo porte, economicamente equivalentes? Duvidosos espetáculos musicais, caipiras eletrônicos e tal, eles contratam, pois é disso que o povo gosta. Literatura, transmissão de conhecimento não interessam, não são prioridade em vários lugares.

Onde tudo funciona é nos SESC. Mas pode acabar, caso se concretize o plano governamental de ficar com recursos do “Sistema S” para tapar buracos. Seria, é noticiado, para pagar o Pronatec. Então retirariam dinheiro de instituições que oferecem ensino técnico para cobrir os custos do programa federal de ensino técnico? Ah, sim, se for 100% estatal é melhor, preferir que seja gerido pela iniciativa privada é neoliberalismo …

Acompanhando o que acontece na saúde pública, no ensino público, 2016 deverá ser o ano do desmonte de instituições culturais. Está sendo – há poucos dias, reproduzi um post sobre a situação da escola de artes visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro. Na próxima, perguntarei aos autores da denúncia se ao menos retiraram o apoio que deram na eleição passada aos responsáveis pela situação. Ah, mas isso é resultado de tramas da CIA, das multinacionais do petróleo, dos tumultos provocados pela oposição, dirão os da banda sectária. Em breve, postarei mais sobre pensamento totalitário.

 

M

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: