Posts Tagged ‘Claudio Willer oficinas literárias’

UMA NOVA OFICINA LITERÁRIA EM UM NOVO FORMATO DE OFICINA LITERÁRIA

Como ainda há vagas, reapresento. Agradeço retransmissão e demais modos de divulgação.

Informam os organizadores:

A CRIAÇÃO POÉTICA, laboratório com Claudio Willer.

QUANDO: De 21 de março a 15 de junho de 2017, toda terça feira, das 20h às 22h. Portanto, três meses, algo próximo à nossa ideia de uma oficina permanente.

INSCRIÇÕES: EdLab, Rua Fradique Coutinho, 1139, Vila Madalena, fone 11 3097-8304, e-mail edlab@hedra.com.br.

INVESTIMENTO: R$ 500 mensais.

PROCEDIMENTO: Oficinas literárias são um trabalho coletivo. Seu coordenador não é neutro: intervém, avalia, sugere, recomenda leituras. Contudo, não deve impor seus valores e referencial poético. Além de um módulo expositivo e de exercícios de criação, textos escolhidos de autoria dos participantes serão examinados, discutidos e avaliados. Haverá, portanto, um trabalho centrado na produção da própria oficina. É importante que os inscritos tragam textos de sua autoria.

PUBLICAÇÃO DOS PARTICIPANTES: Ao concluírem a oficina, autores – selecionados por uma comissão que incluirá o coordenador da oficina, mais o coordenador do EdLab Vanderley Mendonça e um especialista convidado – terão a oportunidade de assinar um contrato e ter sua obra publicada pelas editoras que compõem o Ed.Lab. Terão à disposição profissionais de editoração, revisão e design gráfico para a conclusão do livro. A publicação não acarretará taxas adicionais. Será possível realizar um dos meus chavões prediletos em oficinas, quando textos me agradam: “Você está autorizado a publicar” ou “Vá procurar um editor”. O “imprimatur”, desta vez para valer – e com a participação dos ofocineiros.

CONTEÚDO: A oficina terá dois módulos, correspondentes a blocos temáticos: FORMAÇÃO: transmitindo conteúdos 1. Valores poéticos: o que permite que um texto literário seja considerado “bom”? 2. A imagem poética; 3. Poesia e prosa; a poesia na prosa; CRIAÇÃO: com avaliação de textos dos participantes, rodas de leitura e exercícios. Em acréscimo, tratará de leitura, entendida como expressão oral, em voz alta, e como interpretação, percepção de sentidos em um texto; Identidades literárias, afinidades dos participantes com diferentes vertentes, dicções, estilos e modos de escrever; A poesia e o poético; literatura e vida; poesia, linguagem e realidade.

O Ed.Lab é uma parceria da Editora Hedra com o Selo Demônio Negro e a Rizo Tropical, que criaram um laboratório para produção e publicação de projetos desenvolvidos, coletivamente nas oficinas, tanto em plataformas digitais (distribuídos pela Amazon) quanto em papel, distribuídos na rede de livrarias que atendem a editora Hedra. O ambiente do Ed.Lab é o “coworking” da Hedra, espaço perfeito para compartilhar experiências.

Foi criado o respectivo evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1440160219367323/ Facilitará acesso e inscrição.

Muitos já experimentaram saltos de qualidade, aquisição de estilo e mudanças na percepção de seus textos em oficinas comigo. Publicaram, alguns foram reconhecidos, até premiados. Isso se repetirá.

Anúncios

2016: que ano complicado!

20150225_231323

Muitos profissionais da cultura vêm enfrentando sérias dificuldades ao longo deste ano. Há um estreitamente provocado por cortes de recursos, afetando instituições e órgãos públicos, além das empresas, do mercado propriamente dito.

Diante desse quadro, só posso agradecer aos amigos, interlocutores e leitores, pelo empenho em me programarem. Aos que têm feito gestões para que eu receba convites de palestras, cursos, oficinas, preparação de textos e projetos nos quais a contribuição cultural seja correspondida por um tratamento profissional. O agradecimento se estende a administradores e gestores culturais especialmente receptivos ao que lhes apresentei. E também a editores que apresentam prestações de contas pontuais e transparentes (ironias á parte, alguns de fato corresponderam plenamente ao que eu esperava).

Prosseguindo assim, chegaremos bem a 2017; a dias melhores, espero.

A foto que ilustra este post foi tirada durante uma palestra no Centro de Pesquisa e Formação do SESC São Paulo, dia 25 de fevereiro de 2015. Ocasiões como essa – e muitas outras – voltarão a tornar-se frequentes, espero.

 

Nosso problema jamais será a falta de registros de oficinas literárias (felizmente)

DSCF2625

DSCF2618

DSCF2582

As gravações das sessões de minha oficina de criação na UFSCar, São Carlos, dias 10 e 11 de junho, feitas por Wilson Alves Bezerra e Jefferson Dias – ambos também expõe, falam sobre seus textos.
É a segunda rodada das oficinas, pois houve também dias 27 e 28 de maio. O que havia sido anunciado aqui:
https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mSmxTVjdWMkQyZGM/edit?pli=1 Das 14 às 18 h, com intervalos – o total dá umas 7 horas de duração.

Vai haver publicação no Youtube, editada, de passagens como minhas leituras e comentários sobre Herberto Helder. Mas eu acho bom dispor de registro completo. Viva a tecnologia, que agora possibilita essas coisas, tão facilmente. Ilustro com fotos da oficina e minhas, na ocasião.

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mSmxTVjdWMkQyZGM/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mZldhb1MxbDZYWGc/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mdlJWdkVaUXpNSU0/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mUWlaYmhTU0pMYk0/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mNUNaY2hMQ2trU28/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mVWV2TjB5ZVBtems/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mYkhMei1WWmZvSVk/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mVTF2dnVUMEs0RTg/edit?pli=1

https://docs.google.com/file/d/0B5CnFFfIIm-mdXF4RUVIWXBsdFU/edit?pli=1